Pesquisar
Close this search box.

CFM completa 6 anos com 1.156% de retorno acumulado em dólar; conheça

O CFM (Cripto Fragility Model), relatório de recomendações de criptomoedas da Convex Research, completou seis anos no dia 1º de janeiro de 2024, com uma performance acumulada em dólares de +1.156,15%, contra +211,05% do Bitcoin no mesmo período.

Isso significa um retorno anual composto de +52,47%.  Já a performance em reais foi de +1.770,74%.

O CFM adota uma modelagem específica para criptomoedas, baseado no conceito de antifragilidade. Utilizando a tecnologia de Big Data, o CFM coleta e analisa milhares de dados relevantes do ecossistema de cada criptomoeda. Com isso, é possível calcular em tempo real o nível de fragilidade de cada criptomoeda e antecipar grandes movimentos dos ativos.

Para se ter ideia da importância de fazer uma análise criteriosa, em meio a milhares de criptomoedas existentes no mundo, poucas dezenas passam nos filtros de modelagem do CFM.  Todas as outras possuem uma assimetria de riscos desfavorável para o investidor, que fica exposto ao risco de ruína – ou seja, perder tudo aquilo que foi aplicado.

O cálculo da fragilidade entra exatamente para mitigar este risco. Quando o nível de fragilidade de um ativo é muito alto, significa que uma pequena piora no cenário ou nos fundamentos poderá causar um grande impacto negativo.

Richard Rytenband, analista-chefe da Convex Research e criador do CFM, lembra que foi justamente o que aconteceu no final de 2017, quando a euforia tomou conta dos investidores após um forte ciclo de alta do Bitcoin. As pessoas agiam por impulso, chegando a vender imóveis e veículos para investir na moeda digital.

O que muitos não perceberam é que aquele era justamente o final do ciclo de valorização. “Existem alguns sinais que alertam para esta fase. Pessoas que nunca investiram começam a se interessar pelo ativo. A mídia não especializada passa a falar insistentemente sobre o assunto. Começam a aparecer histórias de sucesso, com pessoas que ficaram ricas da noite para o dia. Isso vai provocando um sentimento de euforia e ganância cada vez maior”, diz Rytenband.

Naquela época, o Cripto Fragility Model mostrava índices altíssimos de fragilidade em todas as escalas de tempo. “Era uma situação de concavidade, em que havia pouco a ganhar e muito a perder”, lembra o economista.

Rytenband alertou os investidores sobre todos esses riscos antes da forte queda que veio a seguir – em poucos meses, o preço da moeda digital desabou mais de 50%. “Você não precisa acertar o timing exato de quando algo vai acontecer, mas deve saber como se expor e se preparar para o que está por vir”, destaca.

O episódio serviu para enfatizar a importância de enxergar os fundamentos dos ativos antes de tomar qualquer decisão.  “Naquela situação, os fundamentos estavam se deteriorando enquanto os preços subiam. Essa é a hora de reduzir a exposição e até zerá-la completamente”, diz.

Para ele, um dos maiores erros dos investidores em qualquer classe de ativos é pensar em especular e não em fazer a gestão correta do patrimônio. “A manada é guiada por preços, enquanto o investidor consistente se baseia em fundamentos”, conclui.

Receba nossa

Newsletter

Novidades e informações importantes sobre a Convex

Relacionados

Preserve o Seu Patrimônio

Seja um Assinante Convex

plugins premium WordPress

Entre em contato para saber mais sobre nossas soluções e ferramentas para que você se torne um investidor global.