Inflação nos EUA atinge 7,5% em 12 meses, maior alta em 40 anos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A inflação nos EUA medida pelo CPI (Índice de Preços ao Consumidor, na sigla em inglês) avançou 0,6% em janeiro na comparação com dezembro, de acordo com dados do Departamento de Trabalho divulgados nesta quinta-feira (10).

O núcleo do CPI, que exclui itens voláteis de alimentos e energia, também avançou 0,6% no primeiro mês do ano.

Em 12 meses, a inflação norte-americana foi de 7,5%, o maior patamar em 40 anos – a última vez que os EUA registraram uma inflação anual neste nível foi em 1982.

A alta de preços aconteceu em praticamente todos os setores da economia. Os custos de aluguel residencial subiram 0,5% em janeiro, maior elevação mensal em 20 anos. 

Já os preços da eletricidade subiram 4,2% no primeiro mês do ano na comparação mensal, o aumento mais acentuado em 15 anos.

Na comparação anual, a energia elétrica ficou 10,7% mais cara.

Além disso, móveis e suprimentos domésticos subiram 1,6%, o maior aumento de um mês em registros que datam de 1967.

Na última quarta-feira, a Casa Branca já tinha alertado que a inflação poderia surpreender em janeiro.

 “Esperamos uma leitura de inflação anual alta”, disse Jen Psaki, secretário de imprensa da Casa Branca. “Acima de 7%, como alguns estão prevendo, não seria uma surpresa”, afirmou.

Segundo analistas, o cenário continua bastante desafiador, com salários subindo no ritmo mais rápido em pelo menos 20 anos, o que pode pressionar as empresas a aumentar os preços para cobrir os custos trabalhistas mais altos.

Fed vai aumentar juros para conter inflação nos EUA

O Fed (Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos) já indicou que está se preparando para aumentar a taxa na próxima reunião.

No comunicado divulgado logo após a última reunião, o Fed destacou que com a inflação bem acima da meta de 2% e um mercado de trabalho forte, espera que em breve seja apropriado aumentar a taxa de juros.

Jerome Powell, presidente do Fed, reforçou a afirmação durante seu discurso e destacou que o aumento deverá acontecer no próximo encontro do Fomc (Comitê de Mercado Aberto, na sigla em inglês). “O comitê tem a intenção de aumentar a taxa dos federal funds na reunião de março, assumindo que as condições sejam apropriadas para isso”, disse Powell.

Você precisa proteger seus investimentos da corrosão pela inflação e preservar seu patrimônio ao longo dos anos!

Em fevereiro, a Convex abre as suas assinaturas anuais para novos membros.

Garanta sua vaga, inscreva-se na lista de espera e receba informações em primeira mão: http://assinaturas.convexresearch.com.br

Receba nossa

Newsletter

Novidades e informações importantes sobre a Convex

Relacionados

Preserve o Seu Patrimônio

Seja um Assinante Convex

Entre em contato para saber mais sobre nossas soluções e ferramentas para que você se torne um investidor global.