insights

Mercado de bonds distorcido exige atenção redobrada

16.Fevereiro.2021

O mercado de bonds vem passando por uma situação peculiar. Mesmo com incertezas econômicas e graves crises fiscais, o rendimento de alguns títulos de dívida está em um patamar historicamente baixo, distorcendo a sua relação risco/retorno.

O que temos percebido é que os estímulos monetários promovidos pelos governos nos últimos anos, ampliados durante a pandemia, estão interferindo no mecanismo de preços destes títulos.

Isso faz com que ativos com bons fundamentos sejam colocados no mesmo patamar de ativos com fundamentos ruins.

Além dos rendimentos estarem em um patamar baixíssimo, a duration (prazo médio) dos bonds está muito alta. Isso quer dizer que uma pequena variação na taxa de juros deve causar um impacto enorme no preço dos bonds.

Nos EUA, os bonds corporativos de alto risco, conhecidos como high yields, atingiram a mínima histórica, divergindo dos atuais fundamentos do mercado.

Na Europa, a situação dos bonds emitidos pelos governos é parecida. Na Espanha, por exemplo, a economia vem mostrando sinais de forte desaceleração. O país enfrenta alto desemprego, na faixa dos 15% da população, e os investidores estão cada vez mais preocupados com a sua situação fiscal.

Com tantas incertezas no radar, era de se esperar que os títulos de dívida espanhóis estivessem pagando uma taxa elevada aos investidores, mas está acontecendo o oposto. Os bonds de 10 anos estão nas mínimas históricas, pagando um yield de apenas 0,198% ao ano. Mas a Espanha não está sozinha. Itália, Portugal e outros países enfrentam momentos econômicos delicados, cujos reflexos não são vistos em seus títulos de dívida.

A Itália passou por um dos isolamentos mais duros de toda Europa, o que afetou drasticamente sua atividade econômica. Mesmo após alguns meses, o país ainda se esforça para salvar a economia de uma das maiores recessões da história.

Ao mesmo tempo, os Bonds italianos de 10 anos estão nas mínimas históricas, pagando em torno de 0,524% ao ano, bem abaixo dos 7% ao ano registrados em 2010, no auge da crise da dívida europeia.

Já em Portugal, os Bonds de 10 anos pagam atualmente 0,162%, também em um patamar historicamente baixo.

A verdade é que o momento atual exige bastante cautela. É necessário ter conhecimento de base para tomar as decisões corretas e preservar o seu patrimônio diante das adversidades do mercado.

--

Se você quer ter acesso a informações que te permitam investir para ter uma exposição global e garantir a preservação do seu patrimônio, não pode deixar de assinar o relatório Convex Portfólio GLOBAL.

Convex Portfolio Global, que será disponibilizado pela primeira vez ao mercado neste semestre, é um relatório completo, que compreenderá as principais gavetas do portfolio do investidor. O Convex Portfolio incluirá a Gaveta Ações + Gaveta Renda Fixa + Gaveta Commodities + Imóveis (fundos imobiliários, Reits e ciclo imóveis físicos) + gaveta Criptomoedas e gaveta Reserva de Valor (quando necessária).

O Convex Portfolio Global será o relatório mais completo e será ideal para aqueles que querem receber recomendações para exposição do seu portfolio aos mercado globais, com foco em uma exposição convexa, ganhos consistentes no médio e longo prazo.

Clique no link e inscreva-se na Lista de Espera. Você será informado assim que abrirem  as assinaturas do Convex Portfólio Global.

 

 

 
Banner Insights

Convex

Receba nossa Newsletter

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.
Ver Política de Privacidade