insights

PIB tem queda histórica de 9,7% no segundo trimestre

01.Setembro.2020

Fortemente afetada pela pandemia de Covid-19, a atividade econômica brasileira, medida pelo PIB (Produto Interno Bruto), registrou forte contração de 9,7% no segundo trimestre de 2020 na comparação com o trimestre anterior.

Em relação ao segundo trimestre de 2019, o recuo foi de 11,4%, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados nesta terça-feira (1). Nas duas bases de comparação, a queda do PIB foi a maior da série histórica, iniciada em 1996.

Em valores atuais, o PIB totalizou R$ 1,653 trilhão e voltou ao mesmo patamar de 2009, quando o Brasil ainda se recuperava da crise econômica global.

A desaceleração foi mais acentuada do que os economistas esperavam. De acordo com a mediana do consenso Bloomberg, a estimativa era de uma queda de 9,2% na base trimestral e 10,6% na comparação anual.

Indústria foi a mais afetada

A maior queda foi verificada na Indústria (-12,3%), seguida por Serviços (-9,7%). Já a Agropecuária apresentou variação positiva de 0,4%.

Entre as atividades industriais, destacam-se as quedas nas Indústrias de Transformação (-17,5%), na Construção (-5,7%), na atividade de Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos (-4,4%) e nas Indústrias Extrativas (-1,1%).

Confira abaixo a tabela com as principais informações sobre o PIB:

Fonte: IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
Banner Insights

Convex

Receba nossa Newsletter

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.
Ver Política de Privacidade