6 Lições que aprendemos com Nassim Taleb

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Autor de best-sellers como “A Lógica do Cisne Negro”, “Iludidos Pelo Acaso” e “Antifrágil”, Nassim Taleb é considerado uma das figuras mais influentes do mercado financeiro, seja por sua trajetória como trader ou acadêmico.

Sua história começa na pequena cidade de Amioun, no Líbano. Ao lado de seu pai Nagib Taleb, médico oncologista, e de sua mãe Minerva Ghosn, antropóloga, Nassim teve de deixar seu país natal por conta da Guerra Civil iniciada no ano de 1975. Ele e sua família, então, mudaram-se para a França, local onde mais tarde Taleb se graduaria em economia pela Universidade de Paris.

Posteriormente, Taleb adquiriu o título de MBA pela Wharton School, ligada à Universidade da Pensilvânia, na qual é considerado como um dos 25 graduados mais influentes da instituição. 

Em sua carreira de 21 anos nos Estados Unidos, já ocupou cargos em bancos como CSFB, UBS, BNPParibas e Bankers Trust. Sua fortuna começou a ser construída em 1987, quando o índice Dow Jones, que mede a variação do preço das ações negociadas a New York Stock, registrou uma queda de 22,61%. Na chama “Black Monday”, Taleb concentrou mais de US$20 milhões através da operação de opções.

Atualmente, atua como professor emérito de engenharia de risco da Universidade de Nova York e assessora o Universa Investments. Sua trajetória como autor e acadêmico passa por temas relacionados aos estudos e incertezas e gerenciamento de riscos.

Além de ter escrito mais de 70 artigos sobre estatística matemática, finanças, filosofia e economia em torno da noção de risco e probabilidade, Taleb é autor da coletânea “Incerto”, composta por cinco volumes: “Iludidos pelo Acaso: A influência da sorte nos mercados e na vida” (2004), “A lógica do Cisne Negro” (2007), “A cama de Procusto: Aforismos filosóficos e práticos” (2010), “Antifrágil: coisas que se beneficiam com o caos” (2021) e “Arriscando a própria pele: Assimetrias ocultas no cotidiano” (2018).

Entre seus diversos conceitos e teorias desenvolvidas ao longo de sua atuação como autor e acadêmico, alguns podem ser considerados como essenciais para qualquer investidor que queira sobreviver no mercado financeiro. Confira quais são essas lições:

1. Nassim Taleb diz: não valorize a relação causa e efeito

Na obra “Iludidos pelo Acaso”, Nassim Taleb demonstra a importância da aleatoriedade na vida das pessoas, principalmente para aqueles que lidam com o mercado financeiro.

Discordando de várias pessoas, o economista ressalta que nem sempre é possível explicar acontecimentos através de uma relação de causa e efeito. Dessa forma, é necessário sempre estar preparado para eventos imprevisíveis, os chamados “Cisnes Negros”, e procurar oportunidades para se fortalecer.

2. Se exponha a riscos em diferentes áreas da vida

É importante para investidores que buscam se tornar antifrágeis a prática de criar a habilidade de familiaridade com a incerteza, já que sempre estará presente, em certa medida, na trajetória dentro do mercado financeiro.

Sendo assim, se expor a riscos, obviamente que não todos, se torna como uma boa prática.

3. Fuja de aplicações de risco médio

Através da estratégia que Taleb intitulou como Barbell ou Halter, ele criou a teoria de que o investidor deve se manter afastado da possibilidade de ruína, ou seja, de perder totalmente seu patrimônio.

Para isso, defende a elaboração de uma carteira com 60% a 90% em aplicações de baixo risco e outros 10% a 30% em investimentos de alto risco, sem se preocupar com aqueles considerados de médio risco. Feito isso, Taleb diz que caso ocorram perdas, elas seriam limitadas ao máximo 30% do capital, e já aquelas que possuem potencial de altos ganhos, poderiam tender a retornos exponenciais.

Dessa forma, o investidor estaria assumindo um comportamento que é conservador e agressivo ao mesmo tempo.

4. Procure sempre estar convexo

O conceito de convexidade consiste na habilidade de ganhar de forma que possa ser exponencial, e perder de forma que não te leve ao risco de ruína.

Apresentada pela primeira vez na obra “Dynamic Hedging”, a ideia criada por Nassim Taleb faz parte do comportamento que ele enxerga como antifrágil.

5. Esteja preparado para eventos improváveis

Através do conceito de “Cisne Negro”, Taleb definiu os acontecimentos que são caracterizados pela imprevisibilidade, alto impacto no mercado e compreensão posterior. Apesar de não poderem ser previstos, o economista afirma que sempre acontecerão. 

Segundo ele, um Cisne Negro oferece a possibilidade de construir uma estratégia que beneficie o investidor através da volatilidade do mercado. Em outras palavras, Taleb diz que o mais correto seria focar naquilo que pode causar o maior prejuízo e não nas previsões do futuro. 

Apesar de poderem retirar diversos investidores do jogo, os Cisnes Negros podem trazer ganhos em proporções que compensem as perdas dos dias passados.

6. Não menospreze a minoria

Nassim Taleb também criou a chamada “Regra da Minoria”, que consiste no fato de que a partir de uma minoria intolerante, ou seja, aquela que não muda de ideia, seu poder supera aquele da maioria tolerante. 

Já que com a insistência da minoria, vai se assimilando aos poucos e assim, transformando o contexto na qual está inserida.

Receba nossa

Newsletter

Novidades e informações importantes sobre a Convex

Relacionados

Preserve o Seu Patrimônio

Seja um Assinante Convex

Entre em contato para saber mais sobre nossas soluções e ferramentas para que você se torne um investidor global.